banner insaude

banner insaude

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Os danos causados à saúde pelas pilhas


          Segundo pesquisas da Abinee, 1,2 bilhão de pilhas e 400 milhões de baterias de celular comercializadas por ano no Brasil. Assim, como essa quantidade enorme chega às mãos do consumidor, uma quantidade também enorme delas sai das mãos do consumidor. E a grande maioria vai para a lata de lixo comum. 


As pilhas produzidas no Brasil têm quantidades mínimas ou quase nulas dos metais  como cádmio, mercúrio e zinco. O problema é que há milhões de pilhas descartadas e não há, no geral, um bom manejo do aterro sanitário. O principal problema é que as pessoas esquecem que essas baterias aparentemente simples e inofensivas podem causar danos sérios à saúde.



Lista


As baterias de Níquel, Manganês e Zinco são as mais danosas ao meio ambiente e à saúde dos seres humanos. Os outros tipos têm um impacto menor na saúde e no meio ambiente, mas é bom lembrar que nem por isso, elas deixam causar algum dano. Abaixo, veja quais os principais problemas de cada um desses materiais.


Chumbo - é prejudicial ao 
cérebro e  sistema nervoso, pode afetar o sistema circulatório rins, sistema digestivo e reprodutor, eleva a pressão arterial, agente cancerígeno acarretando mutação genética. É altamente tóxico. 

Cádmio - é um agente cancerígeno, provoca mutações genéticas nas células alterando sua função e pode causar danos ao sistema reprodutivo. 

Cromo - causa dermatites, úlceras cutâneas, inflamação nasal, câncer de pulmão e perfuração do septo nasal.

Mercúrio - pode provoca efeitos danosos na pele e mucosas, náuseas violentas, vômito, dor abdominal, diarréia com sangue, danos aos rins e até morte. Em outros casos, a intoxicação pode ser crônica com sintomas como tremores, vertigens, irritabilidade e depressão, associados à salivação, estomatite e diarréia, falta de coordenação motora, perda de visão e audição e deterioração de células nervosas.

Zinco
 – Em grandes quantidades, há sintomas como sensações como paladar adocicado e secura na garganta, 
tosse, fraqueza, dor generalizada, arrepios, febre, náusea e vômitos. 

Manganês – o excesso de manganês ingerido impede a atuação do Ferro na produção de hemoglobina, causando irritabilidade, 
dores de cabeça,insônia e fraqueza nas pernas. 


Níquel – apesar de um elemento importante para o desenvolvimento humano,  mas em doses elevadas pode causar irritação gastro intestinal, náuseas, vômitos, diminuição de apite, vertigens, dor-de-cabeça, palpitação, dermatite e asma. 


Onde jogar fora as pilhas e baterias

A iniciativa de jogar em lixo com destinação certa pode amenizar o problema que já apontamos, mesmo que não haja nenhuma indicação específica, além de ser um caminho contra o desperdício.

©2008 ComoTudoFunciona

Algumas empresas como supermercados, bancos ou redes de farmácia têm seus cestos para descarte de pilhas e baterias. Essas iniciativas são muito interessantes já que, por causa do pequeno volume, esse processo acaba sendo pago pela própria empresa, dentro dos seus programas de responsabilidade social, prontificando-se a recolher os produtos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário